sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Abraço em si mesmo

Às vezes você pode se entristecer pelos erros ou loucuras do passado;

Poderá ter muita dificuldade de perdoar a si mesmo;

Cabisbaixo, poderá até desanimar devido às dificuldades que não consegue superar;

Porém, você sentirá que é capaz e, que mais do que ninguém, saberá abraçar a própria alma e...

Levantar a cabeça para encarar a realidade, por mais difícil que seja!

Dê um abraço em si mesmo e estará pronto para vencer todas as barreiras da vida!

A felicidade não se encena...

Não procure a felicidade nas conquistas materiais...


O acúmulo de dinheiro, o status social, a obtenção de poder não trazem felicidade...

Felicidade é um sentimento que não está naquilo que você tem ou naquilo que os outros dizem que você é...

Sua felicidade só pode ser sentida por você...

Por isso, não espere que os outros digam que você é feliz...

Seja feliz você mesmo, pois felicidade não se encena...
Felicidade se sente...

Seja criativo

Os momentos difíceis são a oportunidade para você desenvolver sua criatividade!

Se a vida se fechar de um lado busque outra saída!

Se uma porta se fechar busque outra porta!

Sua vida não pode acabar por causa das pedras do caminho!

Seja criativo. Busque saídas!

Você é muito inteligente! Seja feliz!

Não desista

Espere...

Nunca desista de lutar depois de uma perda...

Nunca permaneça no chão depois de uma queda...

Nunca se condene depois dos erros...
Nunca se deprima depois das mágoas...
Espere...

Transforme suas derrotas, suas quedas, seus erros etc. em experiências para sua superação...

Não desista de sonhar, pois a vida é sempre assim...

Espere...

O amanhã reserva belas surpresas na sua vida!

Espere...

Vale à pena sonhar...

Recomece...

Recomece quantas vezes forem necessárias...

Não seja escravo dos seus erros e nem refém das suas mais tristes lembranças...
Amanhã, quando o sol nascer, uma nova página em branco será toda sua...

Faça valer à pena!

Seja maduro para compreender os mistérios da vida...

Faça valer à pena!

Escreva as mais belas páginas da sua vida!
Você tem que resgatar a liderança da sua vida!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Um reencontro com você mesmo

Existem momentos em sua vida, ou pelo menos devem existir, em que você deve se desprender dos sentimentos de ódio e vingança...
Sua alma relaxa e você se questiona se vale à pena odiar tanto e se preparar para a vingança...
Certamente, você vai se reencontrar com a pessoa que você era há alguns anos ou quem sabe há muitos anos...
Você vai se rever sorrindo e se sentindo bem, sem ódio e sem vingança...
Verá que você é sempre melhor quando não sente ódio nem desejo de vingança...
Compreenderá que sua alma não poderá se deixar perder no abismo das amarguras passadas...
Então, você perceberá que está se tornando uma pessoa amarga sem querer...
O ódio e a vingança vão deturpando a espontaneidade do seu sorriso e arrancando da sua alma suas mais maravilhosas características...
Por isso, reveja suas atitudes e redesenhe seus sentimentos. Escreva amor no coração e estampe perdão na alma...
Amanhã, quando eu reencontrá-lo por aí, vou vibrar de alegria quando avistar seus olhos brilhando, sem ódio, sem vingança...
E, nesse momento, vou aplaudir de pé sua alma, limpa e leve, e sua feição será o reflexo da paz e da sua serenidade, que, às vezes, parece, que você perdeu...
Mas a felicidade será sua grande marca!
Por isso, torço para que seus melhores sentimentos desabrochem...

terça-feira, 4 de julho de 2017

Ouça sua própria voz

Não podemos desistir dos nossos sonhos devido às opiniões negativas dos outros.
Dr. Augusto Cury narra a seguinte estória:
Aconteceu uma disputa entre ratinhos sendo vencedor aquele que conseguisse escalar até o teto um edifício muito alto.
Dada a largada, os ratinhos começaram a escalada do grande edifício.
Durante o percurso, os ratinhos começaram a desistir da disputa, alguns caindo e outros retornando ao térreo.
O que fazia os ratinhos desistirem eram os comentários e as opiniões entre eles no meio da disputa!
Eram comentários mais ou menos assim: "Não vamos conseguir! "; É muito alto! "; Não temos capacidade! "; Podemos morrer!" etc. etc.
No final da disputa, apenas um ratinho conseguiu chegar ao topo!
Os repórteres que davam cobertura ao evento, curiosos, perguntaram ao ratinho 🐀 como ele tinha conseguido, já que todos os outros tinham desistido!
O ratinho nada respondeu, pois não ouvia nada!
Só aí todos perceberam que o ratinho era surdo! Só conseguiu chegar ao topo porque não ouviu as opiniões negativas dos seus concorrentes!
Por isso, não desista dos seus sonhos por causa das opiniões alheias!

Você é o que é... e pronto!


Você é apenas um mundo solitário! Diferente de todos os que estão próximos e até distantes de você!


Sua forma de pensar é única. Sua maneira de enxergar o mundo é sem igual. Sua percepção é distinta de tudo o que o rodeia.

Não insista em ser como os outros. Não tente se medir levando em conta alguém. Não tente medir seu sucesso ou seu fracasso baseado em qualquer pessoa! Não insista. Você nunca será igual a ninguém e ninguém nunca será igual a você!

A arquitetura da sua vida tem seu estilo próprio. Os engenheiros da sua felicidade são somente seus. Não importa como você se sinta e não importa as limitações e dores que vem sentindo!

Você é o que é... e pronto!

Preserve sua felicidade e nunca desista de viver. Encontre nas pessoas que ama o sentimento que parece que se escondeu. Mas você é capaz de encontrá-lo num sorriso displicente da pessoa que sempre esteve ao seu lado ou até na lembrança antiga de um abraço e de uma palavra de carinho!

Às vezes, seus olhos não enxergam porque você ficou tão cabisbaixo que só tem visto as coisas do chão! Olhe para os lados, para o céu, para o interior da sua alma. Reencontre o elo com as pessoas que ama e resgate a importância que elas tem na sua vida...

Vou aplaudir de pé seus olhos altos, claros, vivos e brilhantes no mesmo instante que você se reencontrar e perceber que você é único e esse mundo não é nada sem você! Para você, o mundo só existe enquanto você existe.

Sua felicidade existe. Está perto. Muito perto. Está em você e no que você pode resgatar das pessoas que você amou e que, devido às mágoas, você tem lutado para não perdoar.

A felicidade é o que eu mais lhe desejo!


quarta-feira, 21 de junho de 2017

Sua felicidade só depende de você

Vivemos um período de concorrência predatória, violência, seca, indefinição política etc. etc.
Sei que em sua mente desfilam pensamentos perturbadores e que você não consegue desviar.
Sei que você desanima e prefere baixar os olhos e até escondê-los.
Não tem coragem de olhar para quem você ama porque não se sente vencedor.
Não tem coragem de olhar para os seus concorrentes porque não se sente forte.
Não tem coragem de encarar o futuro porque se sente sem rumo.
Pensa que fracassou porque não acumulou dinheiro ou alcançou status.
Imagina que não pode mais vencer porque já perdeu demais. Suspeita que não poderá mais sorrir porque seu rosto ganhou contorno de abatimento e tristeza!

Pare agora!

Você é um ser humano! Não pode exigir que seu coração seja de aço!
Você é de carne e osso e não pode exigir que seja perfeito.
Uma vez ou outra você vai magoar alguém e até se magoar, mas você precisa se perdoar.
Precisa ser humilde para se aceitar, mas ser corajoso para lutar.
Afinal, você é igual a mim. É humano, chora, tem medo, sofre, ama, fica triste, vence, perde, falha, etc. etc.
Mas nada disso pode atrapalhar sua felicidade!
Por isso, peço que você dê um abraço em si mesmo, conceda um perdão sincero e se apaixone por sua vida!
Ela é a joia mais preciosa que você tem, o melhor, é tudo que você tem.
Por isso, não desperdice seu tempo com os maus pensamentos!
Ter status depende de muita coisa, mas ser feliz só depende de você...

Clécio Dias

As janelas da memória: o armazém das informações

As áreas da memória são áreas de leitura da memória num determinado momento existencial. São arquivos em que o Eu, o autofluxo e o gatilho se ancoraram para ler, utilizar as informações e construir o mais incrível dos fenômenos: o pensamento.

Apesar de parte dos psicólogos sustentarem que a personalidade não muda, Augusto Cury, todavia, afirma que essa tese não tem fundamento. Para Cury, nossa personalidade vai sofrendo mudanças, mesmo que na forma de microtransformações. A personalidade muda quando muda a base das janelas e quando o Eu é equipado para ser líder de si mesmo.

A intenção ou o desejo de mudar por si só não muda a personalidade. Isso porque eles produzem apenas janelas solitárias, geralmente “pobres”, com poucos recursos.

Uma característica da personalidade precisa de um núcleo de habitação do Eu, uma plataforma de janelas, para ser encontrada espontaneamente pelos fenômenos inconscientes, como o gatilho da memória.

Por isso, conclui-se que é necessária uma plataforma de janelas saudáveis para mudar significativamente as características doentias da personalidade.

Os dependentes de drogas, muitas vezes, recaem no vício porque durante o tratamento apenas reeditaram uma parte das janelas traumáticas e, nos focos de tensão, as janelas killer ainda não reeditadas permanecem vivas e capazes de serem encontradas facilmente pelos fenômenos inconscientes.

Muitas janelas killer não aparecem durante o tratamento dos dependentes químicos e, por não serem tratadas (reeditadas) podem desencadear novamente a recaída no respectivo vício. Diante disso, o Eu tem que estar sempre em alerta para eventual recaída e lutar veementemente, dando uma nova chance a si mesmo.

A construção de janelas solitárias baseadas na vontade/desejo/intenção de mudar não tem o condão de dar sustentabilidade às mudanças necessárias almejadas pelo Eu. Ou seja, é preciso construir plataformas de janelas light para obter êxito na superação das “anomalias” da personalidade que são conseqüência das janelas killer.

Entretanto, existem pessoas que vivem prometendo a si mesmo que vão mudar, mas nos momentos de tensão são vítimas da Síndrome do Circuito Fechado da Memória e essa síndrome encarcera o Eu num núcleo de janelas traumáticas e o impede de reagir e ser o líder de si mesmo.

(Texto resumo do Capítulo 6 da Obra "Ansiedade: como enfrentar o mal do século", de autoria de Augusto Cury)

Estratégias para vencer a Ansiedade

Em primeiro lugar, se você professar alguma religião, busque sempre auxílio no seu Deus, sempre pedindo sua intervenção. No entanto, caso não tenha religião, poderá, da mesma forma, ser feliz - felicidade é o seu bem estar e você deve, independente das suas crenças e ideologias, vencer as barreiras que o impedem de ser feliz.



Buscar sempre manter abertas as janelas saudáveis da memória (Veja aqui o que são janelas da memória). Essa tarefa não é nada fácil, mas é muito possível. Tem que se dedicar ao máximo para não desistir dessa “luta” incansável que é manter acesa a chama da felicidade e a obtenção da qualidade de vida;

Utilizar corretamente as técnicas psicológicas, sobretudo as três a seguir apresentadas:

Técnica do Stop Introspectivo, desenvolvida por Augusto Cury;

Técnica do DCD (Duvidar, Criticar e Determinar), desenvolvida por Augusto Cury;

Técnica do Pare, Acalme-se, Respire por cinco vezes e Mude o Foco, técnica obtida através de diversas leituras;

Técnica da abertura paralela de janelas, entre outras técnicas que, espalhadas pelo blog, buscarei apresentar.



Seguir à risca a conquista da felicidade através do Programa dos 5As. São os seguintes: termos:

Ar;

Água;

Alimentação;

Atividades físicas;

Antiestresse;




Praticar e nunca se esquecer das 12 leis de qualidade de vida:

Resgate da liderança do Eu;

Contemplação do belo;

Libertação da Criatividade;

Sono restaurador;

Gerenciamento dos pensamentos;

Administração das emoções;

Trabalho dos papéis da memória;

Arte de Ouvir e de Dialogar;

Arte do Autodiálogo: mesa redonda do eu;

Ser empreendedor;

Inteligência espiritual;

Fazer da vida um a festa.



Certamente, com o alcance, pelo menos parcial destes itens e técnicas, mas sobretudo com a prática diária, você conseguirá superar a ansiedade e ter uma melhor qualidade de vida!

terça-feira, 20 de junho de 2017

Felicidade é diferente de dinheiro

Deixamos de contemplar a beleza da vida e buscamos sempre a felicidade no dinheiro! Viramos escravos da felicidade condicionada ao dinheiro.
Não quero dizer que se consiga viver sem nem um real no bolso, é preciso dinheiro para sobreviver.
Não quero também dizer que quem tem uma boa condição econômica é infeliz. Não quero ser mal interpretado...
Aqui me refiro à escravidão em que mergulhamos, pois criamos a falsa e perigosa impressão de que somente quem tem dinheiro é feliz!
Por isso, caímos nas armadilhas do Capitalismo e passamos a viver pelo dinheiro e para o dinheiro.
Esquecemos que o ser humano não é medido pelo quanto ele possui, mas pelo que ele é.
Não aceite a resposta dos capitalistas de que quem não vê no dinheiro a felicidade do mundo é conformista e fracassado...
Basta lembrá-los da morte e de que nem sempre a ideia de eternidade é certeza. Não podemos mais passar pela vida desprezando os pobres e humildes e supervalorizando os ricos e poderosos...
Essa forma de pensar do Capitalismo não foi baseada em Jesus. Essa ideia, na verdade, foi baseada no contrário do que Jesus pregou...
Não importa sua religião. Jesus não fundou nem uma! A vida passa e tudo passa! Por isso, seja feliz com o pouco ou o muito que tem.
Mas, repito, ser feliz depende de você e da maneira como você encara a vida!  Sendo assim, seja feliz agora e o resto vem depois!

Clécio Dias

Amizade à moda antiga

Uma das coisas mais raras na atualidade é encontrar um amigo verdadeiro! As amizades virtuais pouco saem da virtualidade e raríssimas se tornam amizades reais.

Mas, na época da concorrência predatória e da desvalorização do ser humano, uma amizade verdadeira se torna algo inestimável.

Por isso, valorize seus amigos e, e se tem poucos, é porque lhe são raros e preciosos. A modernidade e a tecnologia podem ter modificado a maneira de manter uma amizade, mas nenhum produto ou máquina, por mais sofisticado que seja, destroi uma verdadeira amizade.

Conserve seus amigos e não deixe que essa amizade  perca as características das amizades raras que a modernidade e sua velocidade "destruíram" ou enfraqueceram.

É possível ser diferente e cultivar as amizades à moda antiga, pois ser feliz é mais importante do que ser moderno!

Clécio Dias